Buscar
  • Keila Mattesco

Disciplina Positiva: uma abordagem para incentivar e apoiar o desenvolvimento das crianças


 

Muitas pessoas quando ouvem sobre a Disciplina Positiva acreditam, em um primeiro momento, que é uma forma de educação permissiva, que diz SIM para tudo que a criança faz, mesmo nos momentos em que ela precisa ser incentivada a corrigir um comportamento.


Porém, esse é um mito muito disseminado, principalmente, por uma geração que ainda acredita que a melhor forma de incentivar a consciência ou mudança das atitudes precisa passar pelo famoso, mas muito prejudicial, “castigo”. Na verdade, a Disciplina Positiva consiste na criação e educação de nossas crianças baseada no respeito, na empatia e na autonomia das crianças, tanto por parte das famílias, quanto pela escola.


Essa abordagem tem como base principal fazer com que a criança perceba que ela é olhada, ouvida e tem seus sentimentos e comportamentos entendidos de forma empática pelo adulto que está interagindo com ela, seja a família ou o/a educador(a). E, olhar para o outro com empatia significa compreender seus conflitos, suas dificuldades, limitações, bem como celebrar suas conquistas e incentivar o seu empoderamento.


Por exemplo, quando uma criança em fase de desenvolvimento da oralidade/aquisição da fala e ainda não consegue verbalizar seus conflitos como o sono ou a insatisfação por algum desejo não atendido, ela vai reagir com um comportamento que, muitas vezes, precisará de uma intervenção de um adulto para acolher esse fator que está desestabilizando a criança, com amor e empatia, ao invés de submetê-la a algum castigo, que só vai contribuir para gerar ainda mais desestabilização num primeiro momento e – ainda pior, poderá ter reflexos comportamentais futuros, no seu desenvolvimento.


Agora, com esse exemplo bem prático, que qualquer adulto já deve ter vivenciado na vida, propomos uma reflexão, bem empática, para que facilitar o entendimento sobre os pilares da disciplina positiva e se coloquem no lugar da criança. Imagine-se trabalhando em uma empresa, na qual você decide negociar um aumento salarial com seu gestor. Para esse pedido, você vai se organizar, estruturar o pensamento e, mesmo com alguma insegurança, você apresenta o seu pedido. E aí, de forma contrária à sua expectativa, seu pedido é negado. É natural que essa situação desperte sentimentos como frustração, injustiça ou, até mesmo, irritação, não é mesmo? Mas enquanto adulto, você já possui uma série de habilidades emocionais para lidar com esse evento de uma forma mais assertiva e centrada. E, se ao relatar esse fato a um amigo, que tipo de suporte você espera: crítica ou acolhimento? O mesmo acontece com a criança: ela sente como você sente, mas ainda não tem as habilidades socioemocionais desenvolvidas para lidar com as frustrações que a vida lhe impõe. Então, naturalmente, ela faz a famosa birra, chora, se joga no chão, pois esses são os comportamentos mais primitivos que ela conhece e cabe a nós, adultos, acolhermos e entendermos esse momento.


E acolher não significa dizer SIM para tudo. Mas, mostrar o entendimento da situação e explicar de forma compreensiva para essa criança que há outras atitudes que podem ser tomadas no momento de instabilidade.


Ao mesmo tempo, uma criança deve ser encorajada para avançar em suas habilidades e realizar conquistas, mesmo que estas ainda não sejam esperadas para a sua fase de desenvolvimento.


Jamais devemos esquecer que as crianças têm as suas individualidades, que possuem sentimentos como nós, mas são seres em desenvolvimento, que precisam da família e da escola para se constituírem de forma saudável.


Aqui na Pirilampo, a Disciplina Positiva é um dos pilares do nosso processo educacional. E, pensando em compartilhar com nossa comunidade escolar, reunimos algumas sugestões de frases que as famílias podem usar para incentivar e apoiar seus filhos, por meio da DP. Você, família, pode e deve inserir no seu dia a dia essa abordagem, e outras variações, visando estimular e incentivar a autoestima, a independência, a segurança, além de fortalecer os laços familiares.

Frases de Empoderamento

- Eu sei que você consegue fazer isso sozinho(a), se precisar de ajuda estou aqui para o que precisar.

- Saiba que eu quero sempre o melhor para você. Você merece o melhor. Frases para reflexão sobre comportamento - Eu sei que você não tinha essa intenção. Vamos resolver isso juntos - Se acalme, eu entendo você. Sei que isso o/a deixa nervoso/a, mas vamos conversar sobre assunto. Frases de reconhecimento - Estou orgulhoso(a) de você! - Parabéns! Você é capaz de muitas outras conquistas! Frases fortalecedoras de vínculos de confiança - Quando precisar de mim, eu estarei sempre aqui para ajudar. - Eu acredito no que você diz, eu confio em você.


Obviamente, a abordagem do desenvolvimento infantil, pela Disciplina Positiva, pode se mostrar desafiadora em alguns momentos, principalmente naqueles em que nós, adultos, também estamos enfrentando nossos dilemas. Porém, precisamos ter sempre em mente que temos ferramentas internas para lidar melhor com as adversidades, mais facilmente que os pequenos. Estes por sua vez, estão em plena fase de construção e assimilação das suas habilidades cognitivas e da consolidação da sua personalidade.


Se você já adota a Disciplina Positiva, parabéns! Mas se ainda tem dúvidas de como inserir essa abordagem na sua rotina, venha conversar conosco! Temos muitas outras dicas para ajudá-los na missão da educação, sob a perspectiva do empoderamento baseado na empatia, para a construção de indivíduos emocionalmente saudáveis.

4 visualizações0 comentário